- Puta que pariu será que eu não tenho paz pra viver - disse João pisando fundo em direção da porta


Ouvi ele batendo boca com o capanga do quarto mais não me atrevi a descer, sentei na cama e esperei ele voltar, ouvi a porta da sala mais João não subiu de volta, a coisa no mínimo deveria estar muito preta, quando eu consegui dormir senti alguém me abraçando


- Desculpe, cortei o clima e ainda tem acordei né - disse ele com uma cara de triste


- Que isso príncipe, o que aconteceu pra você sai desse jeito - perguntei


- Esses otarios traz mulher de zona pra comer aqui e não quer pagar, ai elas dão o show lá embaixo chamando a atenção de todo mundo, e meu pessoal tem que trabalhar cedo amanha e não merece ouvir puta gritando - disse ele revirando olhos - disse ele


- E você resolveu como, pagou a foda deles? - perguntei


- Aff claro que não, não fui eu que trepei, cheguei metendo o bicudo em que tinha feito o programa e dei o papo com as putas pra não voltarem se não iam sair daqui que nem peneira - disse ele rindo


- João você definitivamente não presta - disse rindo junto


Encostei a cabeça em seu peito e dormi, detalhe João era todo peludinho e muito cheiroso então da vontade de ficar grudado o dia inteiro, adormeci assim com ele fazendo cafuné em minha cabeça, acordei com ele trazendo café pra mim na cama, no final ele acabou comendo tudo, João me deu um beijo na testa e disse que ia sair pra resolver umas coisas, virei pro lado e voltei a dormir, meu celular começou a fazer um escândalo embaixo do travesseiro e tive que acordar novamente pra ver o que era


- estou aqui pode falar - disse eu


- levante essa bunda da cama, lave o rosto que daqui 10 m estou ai e quero que você me leve em um lugar - disse barbara


- e desde quando eu virei taxi - perguntei


- Bicha larga a mão de fazer a linha pêssego comigo vai,  eu vi uma jaqueta de couro em um loja ontem e você vai me dar de presente - disse ela


- Amorzinho não sou rico não - disse eu sério


- Você eu sei que não, mais seu marido é, Vinicius já estou aqui na porta e tem uns macacos me barrando por vir aqui me liberar, por favor - pediu ela


Levantei da cama e Dona Fatima já entrou pra limpar, mais um pouco ela me derrubava da cama, fui até a porta e gritei pros caras liberarem a Barbara, os capangas ficaram mexendo com ela, mais Barbara não deu nem moral pra eles, fui tomar um banho rápido enquanto Barbara comia igual a uma louca na cozinha, coloquei uma roupa básica e coloquei meu relógio novo, eu tinha visto que João tinha colocado o dele então também coloquei, eu não estava um pingo afim de dirigir então chamei um dos capangas do João pra isso, Barbara deu a rua da tal loja e fomos lá, eu estava com meus óculos escuros só observando a paisagem passar por nós


- Eu me acostumaria com essa vida fácil - disse Barbara


- Que vida? isso pra mim não faz diferença, eu só queria poder deitar um dia em minha cama e não pensar que qualquer hora João pode ser preso - disse eu pra ela


- Oxe Vinicius desencana disso, aproveite o que a vida esta te dando, o cara sabe o que faz e com certeza faz isso pra te dar um vida melhor, Garoto milhões de pessoas se matariam pelo seu lugar - disse ela


Chegamos na tal loja e realmente a Jaqueta era muito linda e não muito cara, comprei um presente pro capanga por ter me trazido e fomos comer algo, o capanga recebeu uma ligação do João mandando ele voltar que ele estavam em zona vermelha e precisavam de ajuda, ou seja Policiais na área, entramos pelo estradinha de terra e os tiros estavam comendo solto, só que não eram policiais era um morro vizinho querendo invadir, vou te falar nunca ouvi tanto Tiro Porrada e Bomba, Barbara estava com uma cara de assustada que dava dó


- Relaxe mulher a casa inteira é a prova de balas, esqueceu que eu estou dentro dela - disse rindo


- Esqueci que tem a vossa alteza morando aqui, mais falando sério não preciso me preocupar mesmo - perguntou apreensiva


- Baah você mora praticamente na boca do fumo e esta com medo aqui - disse rindo


João me ligou perguntando se estava tudo bem e mandou deixar tudo trancando até segunda ordem, só que antes dele terminar senti o cano na minha cabeça, Barbara esta pálida, meu coração faltou saltar da boca de medo, a pessoa pegou o celular da minha mão e tocou na parede, só vi meu lindo Iphone de despedaçar na parede, o cara amarrou eu e Barbara e colocou mordaças em nossas bocas, se eu dizer que estava com medo estarei mentindo, eu estava somente assustado, só que João me treinou pra esses momentos de terror então mantive a calma e comecei a pensar no que fazer, cutuquei Barbara pela costela ela virou o rosto e via o medo em seu olhar, dei sinal com a cabeça pra ela virar de costas e consegui de primeira a desamarrar ela me soltou e fui logo na gaveta onde ficavas as armas de João , catei uma automática e dei sinal pra Barbara ficar quieta saímos andando bem quietinhos, quando estávamos chegando na porta eu escutei um barulho de tiro muito forte que acertou na porta, empurrei Barbara por chão e disparei contra a pessoa, acertei em sua perna e ele caiu pro chão nisso João arrombou a porta com uma pesada e já saiu disparando contra o cara do chão, Barbara gritava apavorada mente, João me abraçou tão forte que achei que ia me quebrar em 2


- Vocês estão bem? eles te machucaram? - perguntou ele ofegante


- Estamos Amor - disse eu


-  Ótimo pega sua amiga e vaza daqui, só volte quando eu mandar - disse ele


Sai dali cantando pneu com o coração na mão, olhei pra Barbara que ainda estava traumatizada


- Estava vendo o que eu disse mais cedo, você se acostuma com isso - disse eu


Ela só me olhou de lado e continuou olhando pra frente


- Pra onde iremos agora - perguntou ela


- Sei lá, pra um Hotel até a poeira abaixar - disse eu


Se hospedamos no Ibis a intenção era pegar dois quartos só que Barbara não parava de chorar então achei melhor ficarmos juntos, liguei a tv do quarto e passava sobre o tiroteio no morro, as coisas não sessavam de jeito nenhum e eu já estava começando a ficar mais tenso ainda, Barbara tinha se acalmado um pouco e conseguiu dormir, eu andava de lá para cá esperando noticiais do João, o Jornal só mostrava como as coisas estavam tensas lá, não tinha um só santo que eu não tenha pedido para guarda a vida dele, calmante? nenhum mais fazia efeito, fiquei sentado na poltrona velando o sono da Baah até me lembrar de um detalhe importante, o filha da puta do cara quebrou meu celular e não tinha como o João me ligar mesmo, peguei o telefone do hotel e liguei pro João, ele não atendia e isso fazia meu coração apertar mais ainda, troquei de canal pra não ficar mais pensando em tonteira, tudo iria acabar bem e um dia nós iriamos rir disso tudo, acho que pra completar mais a coisa estava tocando uma musica super triste do Jason Mazr - Love Someone, ai não teve como eu ser forte minhas lagrimas caíram, lagrimas de sufoco desespero eu já estava soluçando quando Barbara acordou e veio me abraçar


- O meu anjinho não fique assim, João é esperto sabe o que esta fazendo, não precisa chorar - disse ela me abraçando


- Eu só queria saber porque? porque não podíamos ser um casal normal, pessoas normais - disse chorando


- Deus nunca te da um Cruz maior do que você pode carregar anjo, ele te escolheu pra estar do lado do João, justamente porque sabia que você seria capaz de passar por tudo isso - disse ela tentando me confortar


O telefone do quarto tocou eu voei encima dele praticamente


- Alô - disse eu desesperado


- Vinicius é você - perguntou João


- Sim amor, você está bem, aconteceu algo - perguntei desesperado


- Estou bem fica tranquilo, preciso que venha me pegar o mais rápido possível, tem policia subindo junto agora e a coisa está ficando preta aqui - disse ele


Eu não preciso dizer que eu voei na cidade, eu devo ter tomado umas 10 multas por sinal vermelho, qual cheguei na estradinha de terra João assumiu o carro e eu pude respirar aliviado por estar ao lado dele, quando saímos do morro e estávamos realmente seguros expliquei para João aonde estávamos e voltamos pro Hotel, deixei Barbara em um quarto e João e eu pegamos Suíte casal, João tomou um banho enquanto eu respirava aliviado na cama, quando ele saiu do banho ainda estava com uma cara bem tensa


- Aqueles filha da puta vão me pagar por hoje, eu paguei aqueles vagabundos pra não invadir, vai te troco - João dizia com ódio na voz


- Hei, deita aqui comigo acho que já tive muito sufoco por hoje né - disse eu


- O meu amor perdão, Parabéns lá morro pelo tiro, estou orgulhoso de você príncipe - disse ele


Quando fomos dormir percebi que João ainda estava com o relógio que eu tinha dado e que dentro dele estava escrito Vinicius <3 João Gabriel, eu me emocionei quando eu, como uma pessoa tão bruta e violenta podia ser carinhoso e romântico como era comigo.


Oi seus lindos, Obrigado por estarem me acompanhando e comentando meus capítulos, vamos lá responder vocês.


Ana Covinny : Obrigado meu amor, espero que possa te surpreender a cada dia que passe, super beijos sua lindona <3


Edu19>Edu15 : Que bom que esta gostando, espero que tenha gostado de mais esse, beijo seu lindão <3


Ninha M : Oi meu amor é prazer pra mim saber que você curte meus contos, espero fazer você amar cada vez mais, super beijo sua lindona <3


S2DrickaS2: Sim o Vinii é bem materialista mesmo, mais ele não vai deixar isso atrapalhar o amor deles, bom saber que ganhei uma leitora fiel , super beijos sua fofa <3


prireis822: Obrigado Pri sua lindona, sim ele é bem gastão mais sempre pensa nas pessoas próximas, espero que tenha gostado de mais esse , super beijos <3


Jeff08:  Ah que fofo bom saber que você curte minhas coisas, nem fala se fosse eu na vida real mesmo já teria matado o


João hehehe, super beijo seu lindo <3


Ru/Ruanito: I Love so Much Traficante <3


Pequerrucha: é pra dar mais emoção nos próximos capítulos, se fosse eu mesmo da vida real já teria mandado matar também, onde já se viu né, beeijos sua linda <3


ze carlos:  Só o amor pode tudo na vida né beijos seu linda <3


jamesblack: Estou amando deixar meus leitores com gosto de quero mais, hehe, beijos seu lindo <3


Gabee : Você vem lacrando o cu da inimigas sempre né meu amor, Você acha mesmo que eu não iria por uma draminha basico no meu conto né, espero que a senhora compareça em todos os capitulos pra lacrar eiim, Obrigado pelos parabéns seu lindão <3


AnderSoul: Estou de olho em você eim, já sabe! haha, beijo seu lindão :D


Skype: Viniicolombini@hotmail.comm

Vício em pornografia? Saiba como parar!
eBook - Como Provocar Orgasmos Femininos?
A Máquina De Vendas Online