O Ricardo, o menino que tinha ficado a algum tempo, no dia que o Gui se acidentou. Estava olhando pra nós, a cara dele não era tão boa, mas oque eu podia fazer, eu amava o gui e não ele. Então tinha que falar pra ele isso.


Olhei pro Gui sem graça e falei:


-tenho que falar com ele, vc me entende néh?


_Claro, vai lá. Te espero aqui.


Então sai do abraço do Gui e fui até o Ricardo.


_Ricardo precisamos conversar, tipo eu sei que vc pensava que ia rolar mais coisas além daquela noite, mas tipo as coisas mudaram muito e eu estou de volta com o Gui eu amo ele e espero ser seu amigo, pq vc é um cara legal, eai tudo bem pra vc?


_Olha Victor eu gostei de vc, mas já que não vai rolar mais nada entre nós mesmo, queria que vc me apresentasse aquele amigo seu e podemos sim ser amigos-falou rindo.


_Hahaha tá certo, vou te apresentar sim. Então já to indo, tchau. Te mais.


Sai e voltei para o meu Gui, como não iamos ter aula mesmo chamei o Gui pra ir lá pra casa comigo, ele aceitou claro, me dando beijos, fomos até seu carro(eu não tinha falado, mas a mãe e o pai dele deram outro carro, um golzinho prata, lindo por sinal) e ele dirigiu até la em casa. Eu desci e entrei correndo e ele veio atrás me agarrando e me apertando e eu me fazendo de dificil , mas na verdade estava adorando. Ele me puxou até meu quarto e me deitou na cama e sentou em cima de mim com sua bunda bem no meu pau e rebolou, o meu pau já estava quase rasgando a cueca quando ele fez isso. Como era de tarde e estava quente resolvi ir tomar um banho e ele veio atrás todo safadinho, e eu pensando “meu Deus oque eu fiz pra merecer tudo isso, ele é lindo demais”, ele entrou no banheiro mais rapido que eu e já foi tirando a roupa, ensaiando um strip tease muito ruim hehehe, literalmente ruim pessoal, eu quase sempre ligo o radio e gosto de duas radios daqui, uma só passa sertanejo e outra só eletronica/pop, nesse dia estava na de eletronica tocando “Play Hard- David Guetta ” se não me engano e ele sendo ridiculo e lindo ao mesmo tempo, ele então tirou toda a roupa e ficou só de cueca e me chamou: -Não vai entrar não? Ou vou ter que chamar outra pessoa? Pq gostoso como eu esta dificil.


_Jamais, vc é só meu viu, seu…-olhei de cima em baixo, fiz uma cara de mais ou menos-... é, já foi melhor hehehe, mas ainda é meu gostoso.


_Então vem logo magrelo kkkkk.


Eu sou magrelo, mas é por conta da natação, tenho que ser magro e forte ao mesmo tempo e isso é bem complicado e ele tbm estava magrinho, mas o biotipo dele favorecia pq ele é daqueles que emagrece e fica só musculo, tipo o Justin estava o corpo dele. Falando nisso que bunda ele tá, quero comer ele…O Justin kkkk, ainda bem que o Gui não vai ler isso, segredo viu pessoal.


Eu então tirei minha roupa e fiz como ele e fiquei só de cueca e entrei no box, não tinhamos ligado o chuveiro ainda e ficamos nos beijando, o clima foi ficando bem quente e eu liguei o chuveiro, sempre tive o sonho de fazer sexo no banheiro com agua ligada,mas aquele dia ele não foi realizado :(.


O Gui me abracava e roçava seu pau no meu, e nisso os dois subiram rapido, como ele é meio devagar nessas coisas e acho que tbm pq ele pegava só mulher ele não tinha a iniciativa de pegar no pau e tals, então eu como bom namorado e gay tirei pra fora o seu pau e comecei a punhetar, ele me olhava e ria, mas não era riso de graça, mas de prazer, e eu beijava ele muito, até que me ajolhei e senti naboca oque eu queria a muito tempo e provei na faculdade, mas agora sem medo de alguem chegar e sem medo de dar e sentir prazer, então chupei o Gui com vontade e força, sem medo de ser feliz,ele escostou na parede e e tremia, olhava pra mim e pegava em meus cabelos, dai ele me puxou e disse: Não quero que acabe assim, e eu tbm quero te provar- deu um sorrisnho safado e me escostou na parede e puxou meu pau da cueca e fez a mesma coisa, me chupou de vez em quando passando os dentes e mordendo, coisa de quem nunca fez, mas que me dava um tesão da porra, estou de pau duro agora hehehe, eu aproveitando aquilo estava delirando na boca dele, mesmo inexperiente ele tentava engolir e colocar o maximo possivel na boca,a boca dele era macia e quente e com aquilo eu estava quase gozando quando eu pedi pra ele parar senão ia gozar, ele parou e falou: Claro, não quero que acabe tão rápido, deixa eu te ensaboar?


_A vontade.


Ele então me ensaboou e eu tbm fiz o mesmo com ele, com muito carinho e amor, eu amo demais esse moleque. Assim que terminou o banho eu estava saindo e puxei ele, mas ele soltou minha mão e disse que ia ficar mais um tempo no banho.


Então fui pro meu quarto e vesti uma cueca e um shorts desses de academia e deitei esperando ele sonhando acordado com meu principe, depois de uns quinze minutos ele apareceu pelado, olhou pra mim na cama e virou pro meu guarda roupas, abriu minha gaveta de cuecas e…


SEGUNDO CONTO


_QUE PORRA É ESSA VICTOR?


Eu me assustei pq néh? como assim, tava tudo tão de boa e de repente ele ficou bravo e gritou e ainda olhou pra trás tipo esperando uma resposta,eu nem sabia oque era que ele tinha visto, entáo me levantei e fui até minha gaveta e perguntei:


_Oque foi Gui? Vc tá me assustando.


_Essa cueca aqui- me falou pegando uma cueca.


A cueca era a que o Ricardo deixou em casa naquele dia, e eu então guardei, como sou idiota néh? Agora vcs me pergunta como ele sabe que não era minha, simples, eu só uso cuecas de algodão pq tenho alergia a aquelas de poliester e poliamida, e a que o Ricardo deixou era uma dessas e como já tinha falado da minha alergia pro Gui ele percebeu na hora, vacilei? Demais.


_Olha Gui me desculpa, eu guardei sem querer-não tinha melhor pra falar- me desculpa mesmo, eu vou jogar fora- falei sem graça.


_De quem é?


_Isso importa?


_FALA.


_É do Ricardo, ele deixou aqui no dia daquela maldita festa que vc se machucou, mas olha Gui foi sem querer e eu tbm nem estava junto com vc, então não fiz nada de errado- vacilo 2.


_ Não fez nada de errado? Eu chego aqui e vejo uma cueca no guarda roupa do meu namorado de um cara que vc conheceu naquele dia e fez sexo com ele enquanto eu estava quase morto? É isso? E ainda deixa a cueca dele de lembrancinha pra vc, e vc guarda ainda? E hj conversa com ele e sai rindo e o trouxa aqui fica igual um palhaço esperando. Vc ainda tá ficando pra ele?


_ Claro que não Gui, eu amo vc.


_Se amasse não tinha feito isso-apontou pra cueca- olha eu vou embora, estou com a cabeça quente, um dia a gente conversa.


Ele então pegou a roupa dele vestiu bem rapido enquanto falava.


_Um dia? Como assim? Vc está me dispensando Gui?


_Espero que vc pense nisso e respeite meu espaço.


Ele olhou pra mim, os olhos deles e os meus encheram d\‘agua, mas ele foi implacavel e virou e foi embora, eu tinha prometido pra mim que não ia chorar por fraqueza na frente de ngm, então depois que ele saiu eu deitei no meu colchao e chorei igual uma cachoeira, então dormi chorando.


Acordei já estava escuro mas ainda era cedo, tipo umas 7 da noite. Olhei meu celular e tinha algumas mensagens do João, provavelmente já tinham contado oque aconteceu na sala de aula, acho que o povo da minha sala estavam pensando que dispensei o Gui e fui embora e o Gui pra casa dele, depois que fugi da sala, eles nem imaginava que isso aconteceu depois de duas quase fodas e eu aceitando ficar com ele, alias esqueci de contar, ele colocou a aliança de novo no meu dedo antes dele brigar comigo e ir embora,na hora que estavamos no carro.


Olhei meu celular e resolvi mandar uma mensagem pro Gui, só escrevi “Desculpa, te amo”


Liguei pro João e contei a historia toda, até que o Ricardo estava querendo ele. Ele só me disse que vacilei demais, mas era bom esperar o tempo do Gui. Assim eu jantei e fui dormir,vi que ele vizualizou a msg mas não respondeu, oque me deixou mais aflito.


Acordei bem cedo e tomei um banho pra tirar a cara de morte e fui pra faculdade, cheguei lá com maior medo pq seria o primeiro dia depois do ocorrido na aula, o povo quase tudo me olhava, fui pra minha sala e sentei, alguns que diziam ser meus amigos me olharam com cara de nojo e nem me cumprimentaram, outros que não eram me olhavam e sorriam, acho que aprovando, algumas meninas veio até mim e perguntaram oque eu fiz, falei que era melhor deixar quieto. Então ele chegou, todos da sala olharam pra ele, eu olhei e dei um sorrisinho sem graça, ele não estava com cara de feliz não, tava mais pra poucos amigos. Fiquei mais decepcionado depois de olhar e ver que ele estava sem aliança(eu estava com a minha e não ia tirar), mas eu tinha vacilado e deveria aguentar as consequencias, sem fazer besteira igual da outra vez. Ele sentou no seu lugar sem nem me olhar, sabe aquele sentimento de desprezo por quem ama, esse era o clima e acho que o povo meio que percebeu, tirando as conclusoes que a declaração dele foi mal sucedida e que brigamos, mas brigamos por outro motivo que jamais eles iriam saber.


Pessoal não revisei, escrevi esse conto a uma semana e não postei pq fiquei sem tempo, mas to aqui. Acredito que ele é duas partes mas como demorei, agora é uma só. Bjs amo vcss

Vício em pornografia? Saiba como parar!
eBook - Como Provocar Orgasmos Femininos?
A Máquina De Vendas Online