Cap.15


NARRADO POR JÚNIOR


Obviamente eu não sabia o que falar. Havia sido descoberto. O que será que meu irmão diria a mim ? Será se ele sairia espalhando por aí ? Se minha mãe descobrisse então ? Eu não queria ter que me separar de Carlos, ele foi quem me ajudou a sair de uma buraco quase sem fundo. Ele era o meu amor ! Pensei isso tão rapidamente que fiquei a ponto de um colapso.


- O que você viu ?


- Tudo ! - em um momento ele não esboçou reação. Olhou pro chão, me deixando extremamente nervoso, sem saber o que viria daquela boca - por Que Você não me disse antes ?


- Fiquei com medo da reação


- E não está com medo agora ? Como isso começou ?


- Do mesmo jeito que todos os romances começam. Não pude evitar, ele me faz muito bem - olhou nos meus olhos. Eu olhei nos seus, estavam indecifráveis.


- Você devia ter me dito antes. Eu ficaria muito feliz em saber que… Você está namorando e sendo feliz novamente depois do que aconteceu - ele riu, me deixando atônito.


- Você não está com raiva ?


- Raiva de Que, você não está fazendo nada de errado. Só estou com raiva de uma coisa ! O fato de vocês não terem me dito isso antes. Poxa, eu sou seu irmão, merecia saber.


- Fiquei com muito medo da sua reação - falei, envergonhado.


- Não fique maninho. Eu dou apoio a vocês. É ótimo saber que você está se reerguendo depois de tudo. É bom saber que você se permitiu a um namoro.


- Mesmo com um homem ?


- Isso é o de menos. O que importa e que você está feliz - falou, me abraçando. Parece que um dos obstáculos que passaríamos estava sendo superado naquele momento.


NARRADO EM TERCEIRA PESSOA


- Conversar sobre nós ? - Lauro instantaneamente ficou rubro.


- É. Por favor, é tão difícil falar com você, eu fico tão nervoso - falou, baixando a cabeça. Ricardo fez a questão de levanta-la, com a mão esquerda.


- Eu sei como é. Eu também fico nervoso quando falo com você. Parece que borboletas voam em meu estômago. Dá vontade de sair correndo de vergonha, mas ao mesmo tempo a vontade de ficar cresce mais que a de ir embora.


- Por favor, vamos tentar simplificar - falou, juntando as Mãos com a de Ricardo.


- Porquê diz isso ?


- Sei lá. Com toda a timidez que temos nunca conseguiremos falar de nós - riu.


- Vamos simplificar - falou, juntando os lábios com o de Lauro, que ruboreceu ainda mais.


- Ricardo…


- O que foi ?


- O que acontece entre nós ? Eu não quero ser só mais um e… - Ricardo o fez calar com apenas uma frase.


- Eu gosto de você ! Isso basta ? - Lauro olhou bem no fundo dos olhos de Ricardo. Uma felicidade enorme surgiu dentro dele.


- Sério ?


- Sim, é Sério !


- Eu também. Gosto muito de você. Muito mesmo ! -  os dois se entreolharam, e mais uma vez resolveram as coisas com apenas um gesto. O maior gesto do amor. Um beijo


NARRADO POR JUNIOR


Obviamente eu estava extremamente preocupado com o caso de mais alguém descobrir. Mas não tinha sensação melhor do que saber que você e apoiado por uma pessoa que você quer muito o bem.


- Amor ?


- Oi lindo.


- Meu irmão descobriu !


- O que ? - sua voz alterou no telefone - e o que ele disse ?


- Nos apoiou.


- Jura ?


- Humrum. Ele disse que estava muito feliz e que não se importa se é um homem Aquele que fez meu coração acelerar novamente. Acho que temos mais alguém do nosso lado agora.


Continua


E aí ?? Gostaram ?? Desculpem o tamanho mas ando bem ocupado. Beijoss

Vício em pornografia? Saiba como parar!
eBook - Como Provocar Orgasmos Femininos?
A Máquina De Vendas Online